DERIVA

Deriva nasce do encontro de cinco diretores e diretoras do sertão mineiro. Cada qual com sua bagagem afetiva, separados fisicamente, aceitaram o desafio de se unirem virtualmente compartilhando do desejo e encantamento de fazer arte. Usando os subterfúgios do mundo moderno, compilaram registros captados nas cidades de São Francisco, Januária, Cônego Marinho e Arinos. A câmera subjetiva dialoga com a paisagem sonora que nos deixa “à deriva” no aparente e incômodo vazio desse território compilado em mosaico. Esse passeio sutil de imagens e sons nos revela a sagacidade de um povo sábio e plural, nesse misto de belezas e contrastes de um novo lugar “derivado” da junção dos cinco cinemas propostos por cada diretora e diretor, em cada território, com cada vivência, olhar e sensibilidade. 

Direção: Elivelton Ferreira Tomaz, João Gabriel Coura de Marins, Keila Moraes Rodrigues, Layane Farias Almeida e Maria Clara de Almeida Costa

DISPONÍVEL ATÉ 15 DE AGOSTO DE 2021