Buscar
  • Cinema Comentado Cineclube

Argentino ‘O Pântano’ será exibido no sábado (5/5)

No próximo sábado (5) o Cinema Comentado Cineclube exibe o argentino O PÂNTANO (2001). Dirigido por Lucrécia Martel, a produção encerra as exibições dentro da mostra “Mulheres do Cinema Latino Americano”, iniciada em fevereiro deste ano.

Primeiro longa-metragem de Martel, O PÂNTANO conta a história de duas famílias, lideradas por Mecha (Graciela Borges) e Tali (Mercedes Morán). Mecha é uma mulher em torno de 50 anos, que tem quatro filhos e um marido que procura ignorar bebendo cada vez mais. Já Tali é prima de Mecha e também tem 4 filhos, sendo que ama seu marido e sua família. Em meio a um verão infernal, as duas famílias entram em conflito quando a tensão entre elas aumenta.

O PÂNTANO ganhou o Prêmio Alfred Bauer para Melhor Primeira Obra no Festival de Berlim e o Prêmio de Melhor Argumento em Sundance. Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, na época do lançamento do longa, Lucrécia destacou que, com o filme – que discute principalmente o relacionamento familiar – quis mostrar que as coisas na Argentina não [estavam] funcionando bem. “Quis me comprometer a falar sobre isso. E família é uma estrutura muito complexa, que não defendo nem ataco. O que me parece doloroso é a perda de solidariedade e de vontade na classe média argentina, há uma desarticulação política pós-ditadura nessas pessoas.

Martel também falou a respeito do Cinema Latino Americano, que vem sendo discutido com os cineclubistas neste ano. “O que me chama a atenção é que há uma ignorância suprema, na América Latina, de sua própria cultura. É enorme a desarticulação dessas culturas, isso marca a nossa debilidade. Não há uma forma de circulação de produtos culturais, é como se houvesse se desarticulado a ideia de América Latina em si”, afirmou.

Para o cineclubista Fabrício Tolentino, a realidade apontada por Martel ainda é visível, por isso a importância da discussão dos filmes no Cineclube. “Decidimos trabalhar com filmes produzidos por mulheres latino-americanas exatamente porque percebemos essa falha. Conhecemos tão pouco do cinema produzido na América do Sul e, consequentemente, não valorizamos esses filmes que, muitas vezes, apesar de premiados em outros lugares do mundo, não chegam até nós, latinos”, afirma.

As sessões do Cinema Comentado Cineclube são realizadas na sala de audiovisual do Centro Cultural Hermes de Paula, a partir das 19h. A entrada é franca e, após as exibições, acontece um breve bate-papo entre os participantes.

#Cinemalatinoamericano #cinemacomentadocineclube #opântano #MontesClaros #LucreciaMartel #diretoraslatinoamericanas #FabrícioTolentino #cultura

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo