Buscar
  • Cinema Comentado Cineclube

AZUL É A COR MAIS QUENTE – 29/11 – 19h

IMPORTANTE: O filme tem a duração de 2h20min e a classificação etária é 18 anos.



Neste sábado (29/11), o Cinema Comentado Cineclube exibe AZUL É A COR MAIS QUENTE (2013), dirigido por Abdellatif Kechiche. Adèle é uma garota de 15 anos que descobre, na cor azul dos cabelos de Emma, sua primeira paixão por outra mulher. Sem poder revelar a ninguém seus desejos, ela se entrega por completo a este amor secreto, enquanto trava uma guerra com sua família e com a moral vigente.

Conhecido pelos trabalhos em “O Segredo do Grão” e “Vênus Negra”, Kechiche realiza um trabalho que valoriza a naturalidade na trama e nas interpretações. Nenhuma das atrizes usou maquiagem para os papéis, o que reforça suas belezas e ainda dá ao longa um ar muito particular, fugindo da plasticidade do cinema hollywoodiano. A diferença de classes, tema recorrente na cinematografia do diretor franco-tunisiano, está presente também de forma muito natural. Enquanto Léa é fruto de uma família de intelectuais e sonha em ser uma artista, Adèle possui pais mais simples, que não dispensam uma boa macarronada e são objetivos na hora de pensar no futuro. Kechiche levanta vários temas, mas não perde tempo transformando qualquer um deles em um impedimento para a relação.

A trama é inspirada livremente nos quadrinhos homônimos de Julie Maroh. O cineasta faz questão de ressaltar a independência com relação à HQ, mas é clara a influência, principalmente na fotografia de Sofian El Fani. O azul não está só no título brasileiro ou nos cabelos de Emma. A cor está presente durante toda a produção, seja nos figurinos (principalmente de Adèle), seja nos próprios ambientes, que parecem debaixo de um filtro azul.

De acordo com Lucas Salgado, do site Adoro Cinema, “não se trata de um filme militante sobre um relacionamento homoafetivo. E por causa disso acaba marcando ainda mais o espectador. O relacionamento de Adèle e Emma é construído de forma muito delicada e inteligente. Um filme que mostra a força do amor, seja para construir, seja para destruir. Que mostra as maravilhas, as incertezas e as dificuldades de uma juventude que não sabe o que quer, mas que ao mesmo tempo quer tudo. O título original destaca que este é o capítulo 1 e 2 da saga de Adèle. É torcer para que diretor e atriz queiram continuar com a história. Pois ao final dos 177 minutos de AZUL É A COR MAIS QUENTE, a sensação que fica é a de quero mais.

As sessões do Cinema Comentado Cineclube acontecem aos sábados, a partir das 19h, na sala Geraldo Freire, no prédio da Prefeitura. A entrada é grátis e todos os interessados podem comparecer e participar das exibições. Depois da sessão, acontece um bate-papo com a platéia sobre os filmes apresentados. Novidades e mais informações do cineclube estão disponíveis no Facebook: https://www.facebook.com/cinemacomentadomontesclaros

PRÓXIMAS ATRAÇÕES 06/12 – “A Rainha Diaba” (Brasil, 1974), dir: Antônio Carlos da Fontoura (sessão especial do projeto Curta Circuito).

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo