top of page
Buscar
  • Foto do escritorCinema Comentado Cineclube

Emoção e sensibilidade são os atributos que dominam a narrativa de “A Família Bélier”

Com a proximidade do final do primeiro semestre letivo de 2023, o Cinema Comentado

Cineclube encerra a temporada de filmes, na segunda – dia 19/06 –, exibindo “A Família Bélier” (2014), produção francesa dirigida por Eric Lartigau. Por meio do Programa de Pós-Graduação em Letras – Estudos Literários (PPGL) e do Centro de Comunicação e Referência Audiovisual (CCRAV), a exibição dos filmes é resultado de uma parceria do Cineclube com a Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes).


Os encontros são gratuitos, abertos para todos os espectadores (interessados na sétima arte, acadêmicos, docentes e cinéfilos) e acontecem no Auditório do CCH, a partir das 19h, no 2º andar do prédio 2; em seguida, o público conversa sobre o tema e a estética do filme.

Numa cidadezinha do interior da França, os Bélier são uma família de agricultores que produzem e vendem queijos há várias gerações. Tudo normal e corriqueiro se não fosse um único detalhe: todos são surdos (pai, mãe e irmão caçula), com exceção de Paula, que, com apenas 16 anos, administra os negócios e é a intérprete de todos no convívio social. Os problemas surgem quando Paula precisa encarar a perspectiva e os desafios de seguir um caminho próprio afastada da família.


A história é conhecida porque a produção francesa foi refilmada numa versão estadunidense intitulada “Coda – No Ritmo do Coração” (2021), um sucesso que reforça as muitas qualidades do original europeu. Comentando sobre “A Família Bélier”, o crítico Bruno Carmelo, do site Adoro Cinema, afirma que "a montanha russa de lágrimas e risos é conduzida de maneira fluida, agradável, pouco apelativa. O filme garante ao espectador a recompensa esperada, na hora esperada, mas o caminho até o fim está repleto de prazeres".


Para coordenar o debate e abordar as particularidades do tema exposto pelo filme, está confirmada a presença da professora Themis Farias Desiderio, mestre em Estudos Literários e docente do Departamento de Comunicação e Letras, da Unimontes.


Com as exibições e os debates, o Cinema Comentado fundamenta a sua proposta de apresentar produções que auxiliem no processo de ensino/aprendizagem do público e estimulem o conhecimento utilizando as possibilidades do cinema como arte, mídia e representação cultural.

24 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page