Buscar
  • Cinema Comentado Cineclube

MOSTRA JACQUES TATI – 02/03 – 19h

No sábado, dia 02/03, o CineSesc e o Cinema Comentado Cineclube apresentam a primeira sessão da Mostra Tati por Inteiro – projeto do Departamento Nacional do Sesc em parceira com a Embaixada da França e a Cultures France. Em todos os sábados de março, a partir das 19h, o público terá uma programação especial com a exibição da obra de Jacques Tati e um documentário sobre a sua carreira.

Tati é considerado pela crítica especializada o mais original comediante do cinema, depois de Charles Chaplin. O cineasta se distanciou do burlesco primitivo e buscou, na observação do cotidiano, as expressões, os hábitos, manias e manifestações, que marcavam os personagens. Alto, com 1,91 m, revelou-se um hábil mímico e construiu uma carreira como comediante no music-hall. A partir de 1947, começou a produção cinematográfica destacando-se com os filmes “As Férias do Sr. Hulot” (1953), “Meu Tio” (1956 – Oscar de melhor filme estrangeiro) e “Trafic – As Aventuras do Sr. Hulot num trânsito muito louco” (1971).

No dia 02/03, sábado, serão exibidos os curta-metragens: 1) CUIDA DA TUA ESQUERDA (1936) – Tati interpreta um pacato e sonhador habitante de uma cidadezinha francesa, que sonha em ser lutador de boxe. 2) A ESCOLA DOS CARTEIROS (1947) – Após concluir o treinamento intensivo, um carteiro francês precisa acelerar sua ronda, para atender a um calendário mais apertado. Ao longo de seu trajeto, ele se mete em diversas confusões, que resultam em brilhantes gags da mais pura comédia física. 3) CURSO NOTURNO (1967) – O cineasta ministra treinamentos especiais para os executivos de uma grande empresa.

Completando a sessão, exibiremos o documentário TATI: SEGUINDO OS PASSOS DO SR. HULOT (1986). Dirigido por Sophie Tatischeff, apresenta Tati por trás das câmeras como autor, produtor e diretor. Vários registros foram feitos ao longo de suas viagens pelo mundo e revelam uma personalidade exigente, determinada e à frente de seu tempo – características marcantes em Tati, que exercia sua profissão sem se deixar influenciar pelas convenções. Classificação indicativa da programação: 10 anos.

Para o crítico, Leonardo Maran, “Jacques Tati é uma daquelas pessoas que têm que atuar pouco para se tornar uma figura icônica. Em meio à educação exagerada de seus atos; ao cachimbo, constantemente sambando em seus lábios; e também ao seu pouco uso da palavra, nasce uma persona cinematográfica descuidadamente carismática: o Sr. Hulot – um cavalheiro simpático, invariavelmente desastrado, que incomoda muito e agrada ao mesmo tempo”.

O CineSesc e o Cinema Comentado Cineclube acontecem aos sábados, a partir das 19h, no Salão de Convenções do Sesc Montes Claros – Rua Viúva Francisco Ribeiro 200. As sessões são gratuitas e abertas a todos os interessados. Depois da sessão, acontece um bate-papo com a platéia sobre os filmes apresentados.

PRÓXIMAS ATRAÇÕES – MOSTRA TATI POR INTEIRO 09/03 – Meu Tio (Mon Oncle, França, 1956, 116’). Nessa deliciosa sátira à vida mecanizada, o cineasta Jacques Tati encarna, novamente, a personagem de Monsieur Hulot. Hulot é admirado por seu sobrinho, que vive com os pais numa casa monótona, rodeada de parafernálias. Enquanto isso, solteiro e desempregado, Hulot vive alegremente na periferia da cidade. O apego do menino ao tio passa a gerar problemas quando seu pai começa a ter ciúmes dele. O humor explode quando o excêntrico herói Monsieur Hulot deixa a ultra moderna casa de seu cunhado e vai para uma antisséptica fábrica de tubos de plásticos.

16/03 – As Férias do Sr. Hulot & Carrossel da Esperança

As Férias do Sr. Hulot (Les Vacances de Monsieur Hulot, França, 1953, 74′). O atrapalhado Sr. Hulot vai passar férias em um hotel de veraneio onde provoca uma série de situações desastrosas e irresistivelmente cômicas. Mesmo causando uma grande agitação na rotina dos demais hóspedes, ele consegue fazer amizades e conquistar a simpatia de todos.

Carrossel da Esperança (Jour de Fête, França, 1949, 77’). Uma vez por ano, uma feira traz, para o pequeno vilarejo de Sainte-Sévère, no interior da França, atrações como um cinema ambulante. Numa das sessões, François, o carteiro do local, assiste à projeção de um documentário sobre o serviço postal norte-americano e decide colocar o método em prática para fazer o correio chegar mais rápido.

23/03 – As Aventuras do Sr. Hulot num Trânsito muito louco & Parada

As Aventuras do Sr. Hulot num Trânsito muito Louco  (Trafic, França, 1971, 93’). Sr. Hulot, desenhista de uma modesta fábrica de veículos, cria um caminhão com várias inovações e decide levá-lo à Exposição Internacional do Automóvel de Amsterdã. Ele toma a direção do veículo, seguido por uma jovem responsável pelas relações públicas da fábrica, num caminho esportivo. A viagem é interrompida por uma série de problemas. São tantas as confusões, que o carro chega tarde demais á exposição.

Parada (Parade, França, 1974, 85’). O filme mostra as aventuras de duas crianças por detrás da lona de um circo provinciano. O diretor também aparece como um dos artistas do espetáculo, entre saltimbancos, mágicos e espectadores encantados.

30/03 – Tempo de Diversão (Playtime, França, 1967, 114’). Um grupo de turistas norte-americanas chega a Paris, nos anos 60. Ali está também o hilário Sr. Hulot. Seu jeito inocente de observar as coisas acaba criando deliciosas confusões com as turistas que visitam a capital francesa. A mais cara produção de Jacques Tati. O diretor praticamente construiu uma cidade, com restaurantes, farmácia, prédios comerciais e até aeroporto.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Obrigado por fazer parte do nosso ano! Um feliz natal e um ano novo cheio de muitas alegrias! Equipe Cine Clube Cinema Comentado

No sábado (5/12), o Cinema Comentado Cineclube exibe O HOMEM DA TERRA (EUA, 2007). Dirigido por Richard Schenkman, o filme se passa durante a reunião de um grupo de professores universitários, na desp