top of page
Buscar
  • Foto do escritorCinema Comentado Cineclube

“O Homem-Sanduíche”: filme em episódios registra o cotidiano de Taiwan e reforça as marcas do novo cinema taiwanês

Atualizado: 14 de abr.

No domingo, dia 14/04, às 17h, o Cinema Comentado Cineclube inicia os bate papos da mostra Cinema Chinês: Os Enigmas do Dragão - confira em nosso canal do Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=jyVFJhpDZpA.


Lançado em 1983, "O Homem-Sanduíche" é uma coletânea de três episódios, com aproximadamente 35 minutos cada, que aborda as dificuldades da população pobre na busca de uma vida digna em Taiwan. Os curtas são adaptados de contos do escritor Huang Chun Ming reconhecido pela prosa humanista e pelo sentimento tragicômico de suas histórias.


O primeiro episódio, “O Bonecão do Filhinho” (que inspira o título da obra), é dirigido por Hou Hsiao-hsien e acompanha o cotidiano de Kun-Chu, que se veste de palhaço para divulgar as atrações de um cinema local; ele usa as placas de programação penduradas no corpo – daí a identificação como homem-sanduíche. Além das dificuldades para garantir a sobrevivência da família, o jovem se esforça para manter o afeto da esposa e do filho recém-nascido. Hou é considerado um dos fundadores da “nouvelle vague taiwanesa”, com filmes que trabalharam a poesia nas tramas e a preocupação estética no registro das imagens.


Em Hou Hsiao-hsien, Chefe da Experiência, artigo presente no catálogo da mostra realizada em dezembro de 2010, no CCBB, em São Paulo, o crítico Ruy Gardnier esclarece que o diretor realiza “um cinema da inteligência, porque é o espectador que tem que construir a história na sua cabeça. Mas um cinema também da beleza, do gozo do olho, da mestria no uso da câmera, da sedução. Hou entende os mecanismos do cinema: extrai uma beleza profunda (porque exige um feedback do espectador) ao mesmo tempo em que oferece a ele um banquete visual primoroso”.

“O Chapéu de Vicky” é o segundo episódio da coletânea e narra as desventuras de dois

vendedores que chegam a um vilarejo do interior para vender panelas de pressão japonesas; um deles fica obcecado pela garota identificada pelo uso do chapéu. Entre o humor e o trágico, o diretor Zhuang Xiang Zeng revela a melancolia dos encontros e desencontros entre os personagens. Dirigido por Wan Jen, “O Sabor da Maçã” – terceiro episódio da produção – trabalha as possibilidades da comédia e das gags visuais utilizando o atropelamento do protagonista para revelar as particularidades humorísticas do encontro entre os militares americanos e os miseráveis de Taiwan.


Influenciado pelo legado do neorrealismo italiano, "O Homem-Sanduíche" utiliza os ensinamentos de Vittorio de Sica e Roberto Rosselini para construir narrativas que se equilibram entre o humor e a tragédia das desventuras cotidianas de pessoas comuns. O filme pode ser assistido clicando na imagem abaixo; ou pelo site Filmoteca Online, no link: http://www.filmotecaonline.com.br/2020/03/450-o-homem-sanduiche-er-zi-de-da-wanou.html



20 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page