top of page
Buscar
  • Foto do escritorCinema Comentado Cineclube

Retornando com as sessões presenciais, o Cinema Comentado apresenta “Cães de Aluguel”, de Tarantino

No dia 18/04, terça-feira, o Cinema Comentado Cineclube exibe a consagrada estreia de Quentin Tarantino: “Cães de Aluguel” (1992). As sessões quinzenais acontecem em parceria com a Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), através do Programa de Pós-Graduação em Letras – Estudos Literários (PPGL) e do Centro de Comunicação e Referência Audiovisual (CCRAV). Os encontros presenciais serão no Auditório do CCH, a partir das 19h, no 2º andar do prédio 2, seguidos de debate com a plateia. Tarantino é um dos maiores cineastas atuais e tem a proposta de um cinema vigoroso, com diálogos precisos, trilha sonora característica e cenas que ficam marcadas na memória dos espectadores. Em “Cães de Aluguel”, o experiente Joe Cabot reúne seis criminosos para um grande roubo de diamantes; eles não se conhecem e cada um utiliza uma cor como codinome. Porém durante o assalto algo sai errado, pois diversos policiais esperavam no local. Mr. White e Mr. Orange (baleado na barriga) escapam da emboscada e chegam ao armazém onde tina sido combinado que todos se encontrassem. Aí aparece Mr. Pink com uma suspeita: tem um policial infiltrado no grupo e eles precisam descobrir quem é o traidor. A tensão cresce num clima de desconfiança, violência e revelações até o final marcante. De acordo com o crítico Danilo Fantinel, do site Papo de Cinema, o cineasta possui “um estilo pessoal calcado em diálogos verborrágicos, e por vezes cruéis, ao tratar sobre temas delicados à sociedade puritana norte-americana, como racismo, sexismo, consumo de drogas, criminalidade e violência extrema. Além disso, lançou elementos simbólicos que se estendem por toda sua carreira a partir de reverências cinéfilas eruditas, citações a uma extensa cinematografia de filmes B e referências diversas à cultura pop, indo da música à TV”. Na perspectiva de um cinema extremamente autoral, de assinatura típica, Tarantino representa a oxigenação necessária para Hollywood referenciar gêneros e obras do passado cinematográfico estabelecendo parâmetros para estruturar produções de qualidade com reconhecimento do público e da crítica. A proposta do Cineclube é exibir filmes que permitem a discussão crítica sobre a narrativa cinematográfica abordando temas, estéticas e conteúdos abertos para o debate entre os espectadores. Em parceria com a Unimontes, as obras podem auxiliar no processo de ensino/aprendizagem do público e promover o conhecimento utilizando as possibilidades do cinema como arte, mídia e representação cultural. As sessões são gratuitas e abertas para todos os espectadores: interessados na sétima arte, acadêmicos, docentes e cinéfilos. A partir das 19h, o encontro cineclubista é no Auditório do CCH, na Unimontes; após a sessão, o público participa de um debate sobre as produções exibidas.



26 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page